Filho de fundador de Alphaville promove exposição sobre Bombeiros

ScreenShot220
Alberto Takaoka é o criador da exposição “Heróis do Fogo” (Foto: Divulgação)

Está em cartaz até o dia 4 de novembro no Shopping Iguatemi Alphaville a exposição "Heróis do Fogo" do fotógrafo Alberto Takaoka. Filho de Yojiro Takaoka, um dos fundadores da região de Alphaville, o artista traz para o centro comercial uma série com 46 imagens que exaltam o corajoso trabalho dos bombeiros. 

Em entrevista ao Jornal da Cidade e Região, Alberto comenta sobre quando começou o seu interesse por fotografia, acerca dos 10 anos que esteve acompanhando as corporações, escolha das imagens e sobre seu carinho para com Alphaville. "Tenho uma relação muito boa e marcante devido ao histórico que meu pai construiu e que ainda permanece vivo, tudo isto torna a região realmente muito especial para mim".

O Shopping fica na Alameda Rio Negro, 111 - Alphaville Industrial, Barueri. A entrada é gratuita.

Há quanto tempo o sr. se dedica a fotografia?

Eu me interessei por fotografia desde a minha adolescência quando ganhei uma pequena câmera e desde então sempre exercitava fazendo algumas fotos, tudo ainda bem amador. Somente mais para frente comecei a fotografar profissionalmente, nunca frequentei nenhum curso de Fotografia, sou autodidata, tudo que sei foi aprendido sozinho.

Como surgiu esse interesse pelo trabalho do Corpo de Bombeiros? 

Sempre admirei os Bombeiros, mas o interesse profissional em documentá-los surgiu em 2007 quando fui fazer a cobertura do acidente aéreo da TAM, neste momento tão trágico eu comecei a observar com profundidade o intenso e lindo trabalho que os bombeiros realizam e veio o desejo de homenageá-los através da Fotografia.

Quanto tempo o sr. acompanhou o trabalho da corporação?

Eu acompanhei por 10 anos consecutivos (2007 a 2017), atualmente eu fotografo quando surgem ocorrências de grande vulto.

Esteve em um único Batalhão? Qual?

Normalmente eu ficava no quartel da Casa Verde, na capital, pois é bem estratégico para sair para qualquer ocorrência, mas também fiquei em diversos outros postos de bombeiros durante todos estes anos.

Como era a sua rotina durante o acompanhamento?

Eu seguia a rotina dos bombeiros, chegava cedo no quartel e ali permanecia o dia todo aguardando o alarme tocar para acompanha- los. Eu tinha autorização para andar em qualquer viatura e neste convívio diário eu ganhei uma grande família, é o que os bombeiros são para mim.

Quais foram as situações que mais lhe impressionaram? 

Muitas foram as situações, mas as que envolviam o salvamento iminente de uma vida me deixava muito impressionado e emocionado também.

Como foi a decisão para escolher as imagens para a exposição?

Foi bem difícil escolher apenas 46 imagens para a exposição, pois tenho um acervo com mais de 500 mil fotos. Estabeleci um critério selecionando as fotos que mais impactaram as pessoas quando foram publicadas e também as principais ocorrências que ficaram marcadas.

A escolha do Iguatemi Alphaville para sediar a exposição tem a ver com a sua relação familiar com o bairro?

Desde o começo do ano venho realizando várias exposições, optando por locais de grande acesso para o público, então neste sentido o shopping é uma ótima opção, gratuita e já inserida na rotina das pessoas facilitando a visitação para poderem conhecer mais e apreciarem o belíssimo trabalho dos bombeiros, considerados por unanimidade verdadeiros heróis para a população. Como já fiz outras exposições em diversos shoppings não poderia deixar de fazer em Alphaville que é um lugar muito especial para mim devido a história do meu amado pai Yojiro Takaoka.

O sr. reside em Alphaville?

Atualmente não, mais já morei por um bom tempo em Alphaville, para mim sempre será um lugar muito especial. 

Como é a sua relação com a região?

Uma relação muito boa e marcante devido ao histórico que meu pai construiu e que ainda permanece vivo, tudo isto torna a região realmente muito especial para mim.

Veja mais notícias sobre Exposições.

Veja também: